o que é web3

Web3: Rede Helium, HNT, Solana e muito mais…

Afinal, o que é essa Web3 que a Helium e tantos outros projetos fazem parte?

o que é web3
Fonte: Adaptado de HY Consulting

Introdução à Web3

Para muitos leitores mais jovens que não viveram os anos 80 e 90, provavelmente só devem ter vivenciado o início da internet através de filmes, vídeos e peças de museu como os disquetes e PCs de mesa branco-amarelados.

pc muito antigo

Mas como tudo tem seu início, a Web teve o seu com o que tinha disponível em termos de tecnologia comercialmente viável.

Para que a web se tornasse realidade, era necessário um grau de centralização elevado para dar acesso à uma infraestrutura estável e robusta. Entretanto, com o passar do tempo vimos grandes corporações surgirem e decidirem unilateralmente o que deve ou não ser permitido.

A web3 vem como solução para evitar essa centralização, dando ao usuário a propriedade sobre sua operação, dessa forma, constituindo uma rede descentralizada.

linha do tempo web1 web2 e 12b3

Web 1.0: Somente Leitura (1990 – 2004)

A primeira fase da web, hoje conhecida como web 1.0, foi o período entre 1990 e 2004 em que a web era composta principalmente de sites estáticos cuja propriedade era de empresas e praticamente sem interação com os usuários.

Web 2.0: Leitura e Gravação (2004 – atual)

Esse período se inicia em 2004 com o surgimento das redes sociais. Nesse momento o usuário já consegue não apenas ler conteúdos fornecidos, mas também interagir criando seus próprios conteúdos fornecendo plataformas para interações entre usuários.

Porém, conforme novos usuários ficavam online, grandes empresas começaram a controlar uma quantidade enorme de tráfego e valor agregado na web.

Foi nesse período que surgiu o modelo de receita baseado em publicidade.

web2 leitura e gravação

Web 3.0: Leitura – Gravação – Propriedade

O termo “Web 3.0” foi cunhado por Gavin Wood, co-fundador da Ethereum, logo após o lançamento da Ethereum em 2014, debatendo a solução para o problema de confiança que existia na centralização da web até o momento. Ou seja, grande parte da web conhecida hoje DEPENDE da confiança em empresas privadas e sua boa vontade de agir no melhor interesse para o público.

Pontos-chave da WEB3

  • Descentralização: a propriedade é distribuída entre seus criadores e usuários, sem entidades ou empresas centralizadoras
  • Sem permissão: todos tem acesso e participação igual à Web3 sem exclusão
  • Pagamentos nativos: através de criptomoedas é possível gastar e transferir dinheiro online sem necessidade da infraestrutura de bancos ou processadores de pagamento
  • Confiabilidade: opera usando incentivos econômicos ao invés de depender de terceiros

Como podemos ver a Web3 pode ser considerada uma evolução da web tradicional, agregando o fator descentralização na forma como utilizamos a internet. Mas como toda novidade tecnológica, ainda leva tempo até sua adoção em massa e melhoria de infraestrutura.

Apesar das dificuldades iniciais até a fase de maturidade, creio ser um caminho interessante para dar mais poder ao usuário.

E você, o que acha dessa evolução para Web 3.0 ?

Deixe seu comentário 😉

Referências

Ethereum.org

Caso você ainda não entenda muito sobre Helium, queira a ajuda de um especialista antes mesmo de investir em um hotspot ou precise de ajuda para otimizar sua instalação é só se inscrever na Consultoria para Rede Helium e agendar um horário comigo preenchendo o formulário no link abaixo:

Consultoria para Rede Helium

Para compra de hotspots e acessórios temos a nossa loja online:

Loja Helium BR

Share your love

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

plugins premium WordPress